CICLOVIVO

Escola na França funcionará com energia sola

A fim de responder à crescente preocupação com a sustentabilidade da arquitetura, designers têm criado vários complexos 'verdes'. (Imagem:Divulgação)

 

Conservação e preservação dos recursos naturais e do meio ambiente é uma lição que não só adultos, mas também crianças precisam aprender rápido.

A fim de responder à crescente preocupação com a sustentabilidade da arquitetura, designers têm criado vários complexos “verdes” residenciais e comerciais e agora estão unindo esforços para projetar salas de aula e escolas “amigas do meio ambiente”, que podem ajudar a ensinar aos alunos algumas lições sobre sustentabilidade.

(Imagem:Divulgação)

 

Com esta meta surgiu a escola Docks. A escola foi projetada pelo Mikou Design Studio em uma competição onde tinham o desafio de criar uma escola e um complexo esportivo com gasto zero de energia. Docks está em uma localização estratégica urbana, no meiodo Zac des Docks, uma área de desenvolvimento mista composta principalmente de arranha-céus de escritórios e habitação, em Saint Ouen, na França.

Para que o desenvolvimento sustentável fosse visível, os designers criaram um teto alimentado por painéis solares, que fornece um espaço em degraus para vários departamentos. O telhado é o elemento fundamental do projeto.

A construção tem a face voltada para o sul, facilitando a orientação de todas as salas de aula e playgrounds, a fim de fazer o maior uso possível da energia solar passiva. Esta disposição espacial também permite aumentar as áreas de superfície necessárias para os painéis fotovoltaicos integrados à arquitetura.

 (Imagem:Divulgação)
(Imagem:Divulgação)
(Imagem:Divulgação)

Os playgrounds da creche e da escola primária são protegidos por toldos carregados com painéis fotovoltaicos, inclinados a um ângulo de 30 graus para a exposição solar máxima. Estes painéis são espaçados por tiras de metal sólido para evitar sombras.

Essas áreas de playground cobertas são concebidas com uma grande cobertura azulada semi-transparente, descendente em camadas do terceiro para o primeiro nível criando um visual dinâmico quando visto da rua oferecendo à escola uma forte identidade educacional.

A construção é esperada para 2012.

 

(Imagem:Divulgação)

 

(Imagem:Divulgação)

 

Hotel nos Alpes Italianos utiliza telhados verdes para se misturar a paisagem

 

 

 

O arquiteto Matteo Thun projetou um eco hotel que ficará situado no Parque Nacional de Stelvino, nos Alpes Italianos. O hotel é composto por uma série de construções subterrâneas, unidas por uma superfície ondulada de telhados verde. Além disso o hotel utiliza-se dos princípios do design passivo e de bombas de troca de calor com o solo para economizar energia.

Além disso, o método de construção dos apartamentos, o modo que eles foram implantados no terreno e os materiais empregados foram todos escolhidos para minimizar o impacto do complexo no meio ambiente.

O hotel terá 11 apartamentos individuais com as janelas voltadas para face sul (correspondente a face norte no Brasil). Os apartamentos serão construídos e depois cobertos por uma imensa cobertura verde, que manterá a temperatura agradável durante o ano todo.

A inclinação da cobertura cria uma área coberta que serve de proteção para o calor excessivo do verão e o uso da terra nos telhados verdes ajuda a diminuir a poluição sonora.

As janelas são todas em três camadas de vidro, o que ajuda a aumentar a eficiência energética e o controle acústico. As bombas de troca de calor com o solo se aproveitam de uma nascente de água subterrânea, com temperatura constante, para obter um aquecimento ou resfriamento eficiente durante o inverno e o verão.

O hotel terá uma série de benefícios ‘verdes’. O arquiteto descreve o Klima Hotel como sustentável pois se baseia nos três pilares: econômico, sócio-cultural e ambiental.

Corte do projeto

 

Corte de um apartamento

 

Estudo de insolação e acústica

 

 

Arquitetos apostam em ideia sustentável para revitalizar praça espanhola

 

Metropol Parasol (Imagem:Divulgação)

 

O projeto arquitetônico de revitalização da Plaza de la Encarnación, na Espanha, recebeu uma novidade sustentável. A ideia surgiu de um escritório alemão e consiste em uma estrutura gigante, considerada uma das maiores do mundo, toda feita em madeira.

O escritório de arquitetura Jürgen Mayer H. Architects, um dos líderes da Alemanha, foi o campeão de um concurso realizado em 2004 para a revitalização da Plaza de la Encarnación, em Sevilha, Espanha.O projeto denominado “Metropol Parasol” (MP) cobre uma área de 150m x 70m.

A prioridade para os arquitetos foram as questões da forma e espaço, com materiais reutilizados. O revestimento de poliuretano protege a madeira e lhe permite respirar – uma espécie de ar condicionado natural – e a própria madeira quando queima não emite fumaças tóxicas. Para ser usada no projeto, a madeira precisava ter sido plantada de maneira sustentável, com um certificado PEFC (Programa para o Reconhecimento dos Esquemas de Certificação Florestal), concedido pelo Finnish Forest Council of Certification. O revestimento do parasol se auto-limpa necessitando de pintura a cada 20 a 25 anos.

 

Metropol Parasol (Imagem:Divulgação)

 

Metropol Parasol (Imagem:Divulgação)

Metropol Parasol (Imagem:Divulgação)

Metropol Parasol (Imagem:Divulgação)

O MP é o novo projeto ícone, um lugar de identificação e de articulação do papel de Sevilha como um dos mais fascinantes destinos culturais da Espanha. O projeto explora o potencial da Plaza de la Encarnación de se tornar o novo centro urbano contemporâneo. Seu papel como um espaço urbano dentro do tecido denso do centro medieval da cidade, permite uma grande variedade de atividades como lazer, contemplação e comércio. Uma infraestrutura altamente desenvolvida ajuda a ativar a praça, tornando-se um destino atraente para turistas e locais.

Toda a estrutura é feita em madeira clara, coberta por uma fina camada de poliuretano. Inicialmente, o terreno seria transformado em um estacionamento, mas após descobertas arqueológicas no local, a prefeitura de Sevilha decidiu transformá-lo em um centro cultural. O edifício, que se parece com grandes cogumelos, abrigará um museu, um sítio arqueológico, uma praça elevada, bares e restaurantes, um mercado de agricultores e um terraço panorâmico no topo da estrutura. As colunas tornam-se pontos importantes de acesso ao museu abaixo, bem como para a praça e deck acima, definindo uma relação única entre o histórico e a cidade contemporânea.

O edifício é formado por peças de madeira encaixadas umas nas outras. As peças deixam um espaço livre para a passagem do sol. Além disso, as cores neutras da estrutura contrastam com as cores fortes das construções da região.

Metropol Parasol (Imagem:Divulgação)

Metropol Parasol (Imagem:Divulgação)

 

A arquitetura proposta não vai apenas criar um novo lugar de identificação para as pessoas de Sevilha, mas também articular a função da cidade como um dos destinos mais fascinantes da Espanha.

O projeto foi concebido como uma estrutura de telhado que dá sombra durante o dia, criando um microclima confortável e um lugar para relaxar. O espaço permite uma série de atividades urbanas, tais como esportes (vôlei de praia, basquete de rua, boxe etc), eventos culturais (cinema, teatro e concertos) e até mesmo usos comerciais (eventos de moda, eventos corporativos, apresentações), que enfatizam o papel da Praça como um dos principais lugares da cidade para comunicação e interação.

O papel do mercado neste conceito é que reativa a vida do dia a dia. Servindo o bairro e agregando qualidade significativa para a vida diária dos habitantes da área. A infraestrutura é acessível para as pessoas de diferentes partes da cidade e ao mesmo tempo reforçará sua importância para o ambiente urbano.

Com a proposta MP, a Praça torna-se um protótipo de um novo espaço urbano que combina a vida cotidiana com novas tecnologias e novos programas. Abrangendo todo o corredor de ônibus, a estrutura ainda enfatiza a continuidade espacial da praça, um conceito que é ainda mais realçado pelo uso de mosaicos homogêneos distintos em todo o local.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s