Sprawl I (“tradução livre”)

Sprawl I ( tradução: Felipe )

Took a drive, into the sprawl
To find the house where we used to stay
Couldn’t read, the number in the dark
You said, let’s save it for another day

Took a drive, into the sprawl
To find the places we used to play
It was the loneliest day of my life
You’re talking at me but I’m still far away

Let’s take a drive, through the sprawl
To these towns, they built to change
And then you said, the emotions are dead
It’s no wonder that you feel so strange

Cops shone their lights, on the reflectors of our bikes
Said, do you kids know what time it is?
Well sir, it’s the first time I felt like something was mine
Like I have something to give

The last defender, of the sprawl
Said, well where do you kids live?
Well sir, if you only knew what the answer is worth
Been searching, every corner, of the earth

 

 

Passeei pela cidade

No subúrbio onde a gente morava

Porém, no escuro, eu não enxergava

Os números, as casas, as ruas…

E deixamos pra outro dia

 

Passeei pela cidade

Procurando onde  a gente brincava

Foi então que me senti sozinho

E, na verdade, estava longe enquanto você falava

 

Vamos passear pelo subúrbio

Dessas cidades construídas para mudar

Você disse que tudo aquilo estava morto

Que não estranhasse meu estranhamento

 

Os policias com suas luzes

Nos reprimiram: – Já é tarde!

E senti, pela primeira vez, que aquilo era meu

Que eu tinha algo a dar

 

O último protetor do subúrbio disse:

–         Onde é que vocês moram, crianças?

–         Senhor, se você soubesse o quanto vale essa resposta… ando procurando por cada canto desse mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s