Revista Contemporaneu- Christiane Rubio Kok e Juliano Libman Prieto

Edifício  Residencial THE WAVE

Projeto: Henning Larsen Architects

Localização: Vejle pequena cidade portuária da Dinamarca

Apenas 40% da obra concluída

Formato de 5 ondas (duas concluídas)

Prêmio Leaf Awards 2010

Características:

–         Cobertura de porcelanato

–          Materiais que acumulam menos sujeira e absorvem o calor

–         Total de 140 apartamentos residenciais

–         9 andares com térreo para uso commercial

–         Fachada com vidro predominante / iluminação natural

–         Apartamentos com terraço

Terreno:

–         14 mil m2

–         Localizado próximo a área portuária

–         Entorno com construções fabris e conjuntos habitacionais da década de 60

–         O projeto une, o mar a vegetação e a cidade

Projeto urbano em Riad na Arabia Saudita requalifica e trata o principal canal de drenagem de águas da chuva da cidade.

A cidade:

–       Cidade mais populosa da Arabia Saudita

–       Em 50 anos multiplicou seus habitantes de 20 mil para 4,5 milhões

O  Rio Hanifah:

–       Fornecedor da água da região desde o período pré-islâmico

–       Lançamentos de esgostos industriais, residenciais são a causa da poluição do Rio.

O projeto:

–       Desenvolvimento: escritório canadense  Moriyama & Teshima e pelo inglês Buro Happold em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento de Arriyadh.

–       Requalificação de 4,5 mil m2 em 120 km de extensão afetados

–       Projeto ganhador do 2010 Agakhan Award for Architecture

–       Inclusão de pedras ao longo do canal para oxigenação natural da água

Etapas do projeto:

–       Retirada dos resíduos sólidos do canal

–       Estudos das inundações ocorridas entre março e abril

–       Então foi construída uma estação de tratamento por bioremediação

Objetivos alcançados:

–       Redução em mais de 90% na taxa de coliformes fecais

–       Redução de odor

–       Aumento do nível de oxigênio na água

–       Construção de barragens

–       Implementação do parque com áreas de piquenique, área de esportes, entre outros.

 Infraestrutura do parque linear:

–       2 mil vagas de estacionamento

–       Instalações sanitárias

–       Iluminação pública

–       9 grandes parques em contato direto com o rio

–       5 lagos

 

GRANDES PROJETOS URBANOS E A CIDADE CONTEMPORÂNEA – Elvis Vieira

A diversidade de influências, de hábitos e de comportamentos redefinem a forma de compreender e conceber as novas cidades. O Urbanismo Contemporâneo tenta articular novos elementos urbanos com o tecido já consolidado e os desafios são cada vez maiores. Surgem, principalmente na Europa, iniciativas de recuperação de trechos da cidade incentivadas por eventos importantes como por exemplo os Jogos Olímpicos ou Grandes Exposições Mundiais. Essas requalificaçãoes ambientais e urbanas exemplificadas na materia incluem a água como ator principal, seja na implantação, na recuperação ambiental ou na temática como é o caso da Expo Zaragoza 2008.

A água é capaz de dar volumetria, contornar territórios e ser o elemento estruturador de um determinado espaço ou de uma forma arquitetônica e assim reflete a sua influência vital na convivência e na interação com o homem. Analisar as possibilidades seja para controlar um microclima na cidade; abastecimento e consumo; uso como espelho e reforço da imponência de edifícios; via de transporte ou apenas para ser apreciada em sua fluidez e reconhecer seus benefícios é o caminho ideal para a requalificação da vida na cidade de São Paulo.

 Exemplos:

Cidade de Barcelona/Espanha:

–       Implementou experiências diversas sobre o tecido existente

–       Referência urbana em gestão de cidades

–       Olimpíadas de 92 permitiram grande avanço para a cidade de forma a transforma-la em Cidade Global e pólo de turismo

Cidade de Paris/França:

–       Feira Mundial de 1900 promoveu a construção de grandes obras como, a Torre Eiffell, Petite Palais, Gare D’Orsay, Pont Alexandre III entre outros.

–       No entanto Grandes projetos Urbanos podem causar impactos inesperados sobre a economia de uma área ou região.

–       Alguns projetos provocam o processo de expulsão de determinada classe social a partir da qualificação urbana de uma região.

Cidade de Londres/Inglaterra:

-Remodelação da cidade

– Atração de multinacionais

– “Expulsão” de grande número de antigos moradores da região, em detrimento ao aumento de custos de vida da nova região.

Em São Paulo, as Operações urbanas ajustaram as desigualdades urbanas, buscando valorização ambiental, requalificando o plano urbano, e redesenhando os trechos da cidade.

–       Operações no Centro Histórico de São Paulo possibilitam reabilitar atividades financeiras e serviços púbicos de uma região já provida de infraestrutura.

-Operações Urbanas como da Água Branca e Faria Lima por exemplo, ampliam o estoque construtivo e gera empregos na região.

Apesar da dependencia humana de fluxos de água, diversas atividades vêm degradando rios e córregos, causando danos quantitativos e qualitativos e São Paulo é um dos maiores exemplos disso. De acordo com Campos Júnior arquiteto e urbanista e José Bueno sócio-fundador do Instituto Futuro Educação, criadores do projeto Rios e Ruas existe em São Paulo centenas de córregos que formam uma hidrografia de 1500 quilômetros de extensão. Estes rios e córregos foram canalizados, soterrados e exilados da percepção do paulistano e os que restam a céu aberto é descarte de esgoto e desova de lixo.

Inúmeros fatores, dentre eles a valorização do automóvel e a especulação imobiliária cobriram no último século 90% dos rios e córregos. Diante desse cenário problemático, a necessidade de criar um modelo que reintegre o rio à cidade com soluções que dê novas funções aos rios existentes se torna cada vez mais necessária e urgente. Os desafios são gigantescos e envolvem questões de interesses políticos, diversos fatores ambientais e sociais; e é claro, que tudo isso integrado ao tecido urbano já consolidado.

 

Resolvemos colocar dois videos e um livro que usamos para produção deste seminário como dica de material de pesquisa:
Livro: A leste do Centro
Regina Prosperi Meyer, Marta Dora Grostein
Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010

“Esta obra resulta de minucioso estudo, realizado com o objetivo de propor melhorias para a região central da capital paulista. O livro procura resgatar e contar a história dos projetos que desenharam a região denominada como ‘Vetor Leste Centro’. Radial Leste, Metrô e Parque D. Pedro são alguns dos temas em destaque. Os problemas contemporâneos de São Paulo, aparentemente insuperáveis, remontam a décadas, como registra a obra. O livro ainda traz mapas, plantas, propostas de intervenção na região e fotos de diversas épocas.” (autor não identificado)

Documentário: Sobre Rios e Córregos

“O filme aborda o histórico de uma convivência conflituosa, marcada por desvios de curso de rios, especulação imobiliária e habitação irregular na cidade de São Paulo, assentada sobre cerca de 1.500 quilômetros de rios e córregos.” (Catraca Livre)

Documentário: Entre Rios

“Entre Rios conta de modo rápido a história de São Paulo e como essa está totalmente ligada com seus rios. Muitas vezes no dia-a-dia frenético de quem vive São Paulo eles passam desapercebidos e só se mostram quando chove e a cidade pára. Mas não sinta vergonha se você não sabe onde encontram esses rios! Não é sua culpa! Alguns foram escondidos de nossa vista e outros vemos só de passagem, mas quando o transito pára nas marginais podemos apreciar seu fedor. É triste mas a cidade está viva e ainda pode mudar! ” (autor não identificado)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s