Architect

A revista Architect é uma revista da AIA (American Institute of Architects). Seu primeiro lançamento foi em 2006 quando ela foi comprada pela Editora Hanley-Wood. É uma revista americana publicada no modelo mensal que aborda três temas; design, tecnologia e a profissão do arquiteto.

ESTRUTURA:

A revista é estruturada da seguinte forma: capa, índice, AIArchitect, trabalho, tecnologia, cultura, destaque, design, índice publicitário e passado progressivo.

CAPA:

A capa da revista não tem um padrão. Ela muda de acordo com a edição publicada e a cor do nome da revista também muda. A única coisa que não é alterada em cada edição é a fonte do texto que é usado na capa. Acima do nome da revista está escrito o nome de alguns artigos e ao lado estão indicadas as páginas onde os mesmos se encontram. Porém, os artigos citados acima não estão na ordem crescente das páginas e sim em ordem de importância. Também podemos encontrar na capa o tema principal que será abordado nessa revista. No canto esquerdo inferior está indicado o mês e ano em que a revista foi publicado e ao lado está o site da revista. Na capa não encontramos em nenhum lugar a edição dessa revista.

As imagens abaixo são das revistas de Janeiro 2012, Fevereiro 2012 e Março 2012.

001002003

 

ÍNDICE:

O índice da revista é divido em duas partes: em uma página eles mencionam os destaques e design. Na página seguinte, encontramos a segunda parte do índice onde eles passam a mencionar o conteúdo geral da revista. Entretanto, o índice não só ficou ruim mas ficou muito confuso pois não seria necessário dividi-lo. Essa divisão fez com que ao procurarmos os temas destaque e design não os encontramos no índice geral dando uma impressão de falta de informação. Ou seja, ao olharmos no índice geral vemos que da página 57 até a 66 o tema cultura é abordado mas da página 67 até a 111 a impressão é que não tem conteúdo quando na verdade a página 68 até a 80 corresponde ao tema destaque e a 81 até a 111 ao tema design.

004005

PROPAGANDA:

No caso da revista Architect a propaganda é excessiva. Além de excessiva, encontramos a propaganda ao longo de toda a revista sem que haja uma divisão entre as matérias e o espaço publicitário. A propaganda começa no verso da capa e só acaba quando a revista acaba. O problema maior que a propaganda traz para a revista Architect é que ela está espalhada por toda parte e no meio de um artigo há propaganda. Isso faz com que a propaganda acabe se tornando uma distração na leitura do artigo e o foco do leitor passa a ser a propaganda ao invés de ser o artigo.

006007008

Além da propaganda que a revista apresenta entre as matérias, a revista também criou outros dois itens: o item “classificados” que também é chamado de “setor especial de propaganda” e finalmente, o índice publicitário. No índice publicitário encontramos uma tabela que consta todos as empresas que foram anunciadas na edição da revista e as páginas onde podemos encontrá-las. Além dessas informações citadas acima também é dado o site da empresa e do seu telefone para contato.

009

PONTOS POSITIVOS:

–          quando um projeto é apresentado nos temas destaque ou design encontramos muitos desenhos técnicos;

–          pelo fato da revista ser dividida entre arquitetura e design, fica uma revista mais organizadas, até porque antes de se iniciar a outra parte, a revista tenta mesclar os dois temas;

–          ao apresentar um projeto nos temas destaque ou design, todos os materiais que foram utilizados no projeto são mencionados;

–          possui um editorial bem completo, com os editores geral, chefe, de arte e design e seus contribuintes;

–          muitas de suas propagandas são de novos materiais, tipos de estruturas e objetos.

–          são citados muitos arquitetos, suas ideias e como trabalham nos escritórios.

PONTOS NEGATIVOS:

–          a letra que utilizada nos artigos é muito pequena;

–          há muita poluição visual na revista pois há uma integração dos artigos com propaganda;

–          exagero de propaganda fazendo com que haja poluição publicitária;

–          na capa da revista não há o número da edição da revista;

–          ao colocar em uma página onde artigos estão misturados com propaganda, o leitor acaba tendo sua atenção desviada. Também considera-se que isso faz com que o leitor é mais cativado pela propaganda do que o artigo;

–          em um artigo encontramos o texto na orientação retrato e na página ao lado há uma foto e um pequeno texto explicativo que foram postos na orientação paisagem;

010

–          seu editorial é feito com letras muito pequenas e de forma desordenada, sendo a vezes centralizada ou não;

011

 

ANÁLISE DO PRIMEIRO PROJETO

O projeto principal apresentado na revista de janeiro de 2012 é sobre um prédio residencial, também, com uso comercial, localizado em San Francisco. O prédio tem as características dos alojamentos de estudantes nas faculdades, mas com finalidade diferente, a de ser uma residência permanente, podendo ser habitada para o resto da vida. Seu uso comercial é voltado para o atendimento de pessoas sem teto, tendo ajuda psiquiátrica e médica geral. Os apartamentos são de tamanho mediano, com acesso restrito a moradores, com sistema de segurança por porteiros especializados e câmeras ao redor do prédio. Na parte superior, onde seria o telhado é encontrada uma área de convívio social dos moradores, podendo olhar a cidade e se socializar.

012013014015016017018019020021

Nas imagens do projeto principal da revista podemos perceber plantas bem explicadas e detalhes doas ambientes por registros fotográficos.

Pode-se perceber mais detalhes construtivos do edifício nas imagens do que nas plantas.

ANÁLISE DO SEGUNDO PROJETO

O projeto principal da revista de março de 2012 esta localizado em Calgary, Canada; é o projeto da universidade de Calgary.

022023024025026027028029030031

Neste projeto podemos perceber alguns detalhamentos a mais do que nas revistas anteriores, com cortes e explicações sobre a distribuição do edifício.

As fotos são bem explicativas, mostrando partes importantes da universidade, como a integração dos andares pela escada, onde os patamares servem de bancos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s