Website: Fast Co.DESIGN

Fast Co.DESIGN Website:

FastcoDesign é um site que faz parte da FastCompany que é uma revista mensal americana de negócios totalmente colorida. São 10 edições anuais que trazem reportagens e tópicos sobre temas como inovação, mídia digital, tecnologia, liderança, gestão de mudanças, design e responsabilidade social. Foi lançada em novembro de 1995.

Para os que não conheciam o site, é uma grande surpresa. Para quem pensava que era algo relacionado puramente com arquitetura, está muito enganado. Longe disso. Arquitetura aparece brevemente em seus artigos. É um site destinado a falar de tudo um pouco, desde que se tenha alguma relação com design.

Como está no próprio site eles cobrem as últimas notícias sobre novos produtos, empreendimentos comerciais e ideias selvagens. Da mesma forma, que apresentam ideias controversas e publicam ensaios de alguns dos principais designers da atualidade. Tudo isso com a intenção de iniciar novas conversas e inspirar novas fantasias.

Apresentado e entendido o conceito do site, podemos iniciar sua análise.

Por tratar de diversos assuntos quando acessamos sua página inicial ficamos um pouco perdidos, pois podemos encontrar matérias sobre vídeo game, comida, supermercados, artes, arquitetura, mantas, cerveja, impressora 3D e por aí vai. Esses assuntos são apenas alguns que surgiram para exemplificar as matérias mais recentes. Poderíamos montar uma lista infinita com assuntos desse blog dada sua incrível diversidade.

Para quem trabalha com design deve ser bastante interessante, mas de qualquer forma deveria ter algum critério para separar as matérias ou para escolher os temas publicados. É difícil alguém se aprofundar em tantos assuntos. Talvez seja por esse motivo que os artigos são breves.

A única coisa que funciona bem nesse site é seu ícone de busca. Mas, mesmo assim, surge uma vasta gama de itens. Ou seja, se você procura algo muito específico, esqueça. Mas se você é fascinado por design esse pode ser um site para ser visitado.

Layout e funcionamento:     

A página inicial do site é um pouco bagunçada, existe o link de acesso para os outros três sites: Co.EXIST, Co.CREATE, Co.LABS. Na verdade são sites diferentes que carregam informações sobre de áreas distintas, mas são muito próximos um do outro.

fastcodesign01

Voltando a focar no Co.DESING, mas lembrando que os outros seguem o mesmo padrão, a primeira vista do site te fornece uma imagem sobre alguma matéria que toma praticamente a tela inteira do seu computador ou laptop, te deixando confuso sobre a intenção do site, após o primeiro scrol para baixo, o site começa a metralhar o visitante de informações de forma que esse fica meio perdido. Como antes dito, não existe um padrão ou organização quanto ao assunto da matéria, elas são aleatórias em todos os aspectos (você pode estar lendo sobre aplicativos para tablets e logo depois sobre documentário sobre a pornografia na internet).

fastcodesign02

Apesar dessa confusão na organização as cores não são agressivas, oque não o torna visualmente exaustivo. A quantidade de propagandas que acaba poluindo o site, é relativamente pequena e são bem espalhadas, até camufladas entre as matérias, oque pode te fazer clicar sem querer em uma delas.

Todo os sites possuem um frame principal que é esse central onde se localizam as matérias e à direita um frame secundário, onde estão outras publicações e propagandas. Esse frame secundário em muitos websites acaba desaparecendo conforme a página vai descendo, causando o visitante a acessar outras páginas, que é na verdade nada mais nada menos que uma forma de garantir mais acessos ao site que resulta em mais dinheiro. E é algo cansativo, clicar em um link, ir pra outra página, esperar carregar, e por aí vai. Nesse site, conforme você chega próximo do que seria uma segunda página, ele divide a página com uma faixa preta, e é claro, uma propaganda, e já emenda uma segunda página na sequência, com outro frame principal e outro frame secundário, de forma que você acaba tendo duas faixas de publicações e espaço publicitário diferentes na mesma página sem ter que acessar outro link.

fastcodesign03

Acesso das matérias:

Ao acessar a matéria, oque na página inicial dava lugar a uma imagem gigante, agora torna-se uma imagem da matéria, necessitando o scrol para chegar ás informações. O assunto selecionado é dado com uma série de informações com um texto e imagens inseridas em meio ao mesmo, sem um padrão ou sequência. São sempre acompanhados de imagens muito bem representadas, as chamadas imagens matadoras, mas para o público de arquitetos, deixa a desejar em informações como plantas, cortes e elevações.

Matérias analisadas

Great Architecture, On The Cheap

THE AIA CELEBRATES THE YEAR’S BEST SMALL PROJECTS, WHICH PACK BIG IDEAS INTO VERY SMALL SPACES.

O instituto americano dos arquitetos AIA premia projetos que são realizados com poucos recursos, o Small Project Awards.

Esse ano 10 projetos foram selecionados, mas o site faz uma seleção desses 10 para apresentar os que são os “preferidos” deles. Não sabemos se não citam todos por uma questão ética para não desmerecer ninguém , mas o caso é eles realmente só falam dos que foram “eleitos por eles”. Eles apresentam, então, 5 projetos : uma ponte, um studio feito em madeira, uma casa para cachorro ( curiosa, essa escolha, nao?!) , um pavilhão e um “welcome center”.

Memorial Bridge in Bozeman, MT, by Intrinsik Architecture:

fastcodesign04Pup tent by Slade Architecture

fastcodesign05

A forma como os projetos são apresentados é muito fraca. Um breve texto , de 3 linhas no máximo , o valor do projeto e uma foto.

O studio de madeira que seria um projeto interessantíssimo é apresentado assim:

fastcodesign06

Créditos : FastCo.Design

“Um estúdio de 45 m2 quadrados, em Nova York, por Jordan Parnass Architecture Digital. Dado o pequeno espaço, o arquiteto decidiu fundir a cozinha, banheiro, mezanino, e um novo closet em um único “core serviço” compensado – deixando, assim, o resto do espaço o mais aberto possível. Todo o projeto custou US $ 100,000 “.

Vale observar que no texto estava 500 square foot, mas nós mudamos para metros quadrados. Acredito que ai já tenha algum equívoco de digitação pois 45 metros é espaço suficiente para um bom apartamento de um dormitório.

Ou seja informações imprecisas e vagas, Se tivéssemos uma planta poderíamos analisá-la melhor e descobrir as reais dimensões desse studio.

Assim como vimos nas revistas esse é mais daqueles que se munem de imagens para “enganar” o leitor.

“A Micro Loft Designed For Maximum Impact”

NEW YORK ARCHITECTS DEMONSTRATE JUST HOW GOOD MICRO-LIVING CAN BE WITH THEIR SURPRISINGLY SPACIOUS MANHATTAN MICRO LOFT.

fastcodesign07

Depois de analisar o artigo, pode-se dizer que está bem explicado a partir da intenção e da filosofia do próprio site. Esta seção do site, Co-Desing é definida como: business + inovação + design; eles tentam dar uma visão aproximada do projeto. Ele é destinado a pessoas no mundo do design e dizer com a intenção de dar pequenas informações introdutórias para situar o leitor e dar uma primeira abordagem.

Ele é escrito em uma linguagem simples e mais abrangente, a fim de atingir a maior quantidade de público possível. Como se define é uma plataforma para compartilhar ideias.

O artigo está estruturado de forma a orientar o leitor: o primeiro nome, a intenção do projeto, em seguida, situa o arquiteto neste tipo de microprojetos, faz uma referência histórica de como a arquitetura evoluiu para enfrentar estes novos espaços, o que a sociedade precisa nessas cidades muito densas, que prioriza o espaço econômico e ergonômico para habitação a preços acessíveis para todos.

Uma vez que o item é colocado no contexto, explica superficialmente os segredos para obter um Micro-loft. Onde as intervenções do projeto são desenvolver e explicar o propósito destes, sempre auxiliado por várias fotografias do projeto, que ajudam a situar o leitor que na maioria das vezes, não é um arquiteto e sim um designer.

Neste caso, temos uma má informação gráfica, mas importante para um arquiteto para entender o projeto é composto por dois pisos e uma seção. Mas esta muito mal localizado e de difícil acesso.

Destaque a intenção de mostrar fotos do apartamento antes da intervenção, que ajuda a entender essa nova microarquitetura de espaços.

Do ponto de vista de um arquiteto: o artigo é incompleto por não falar a língua principal de arquitetos: plantas, cortes e elevações.

fastcodesign08 fastcodesign09

Z:Somerville - Newplans and section A-000 (1)

fastcodesign11

Comparação e análise dos dois itens selecionados:

THE AIA CELEBRATES THE YEAR’S BEST SMALL PROJECTS, WHICH PACK BIG IDEAS INTO VERY SMALL SPACES.

A MICRO LOFT DESIGNED FOR MAXIMUM IMPACT.

Neste caso, comparar dois itens de interesse arquitetônico, podemos ver que no primeiro artigo analisado, está relatando uma situação, mas não especifica a sua informação, tem uma única intenção de mostrar como um artigo de publicidade, que não faz nenhuma pretensão mais a ser nomeada. Pode ser descrita como publicidade arquitetônica, vagamente ilustrativa.

Em contraste, no segundo artigo, é estruturado e de fácil acesso ao público em geral. A intenção de colocar o projeto em planta e corte demonstra a preocupação com o público de arquitetos, mas faltam especificações para atrair mais esse público.

Comparação: Co.Desing  e no site do projeto:

Em primeiro lugar, vemos como o projeto está em um contexto histórico e porque eles estão em necessidade desses novos espaços, em seguida, um contexto muito genérico. Assim, entendemos que este pensamento está aí apenas para situar o leitor dos principais desenvolvimentos atuais.

No segundo, vemos a explicação técnica do projeto, colocando todas as informações sobre o projeto, quais foram as ideias e como eles resolveram. Fotografias sempre ajudam e planos de projeto.

website do arquiteto: http://www.spechtharpman.com/residential/west_73rd_street_residence.php

Escrito por: Cláudio Marini Mello, Enrique Perez e Maria Cecília Levy.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s