ProjetoDesign-Estela e Thais

PROJETO DESIGN é uma revista brasileira que nasceu a partir do jornal Arquiteto, de 1972. Mas a edição nº 1 de PROJETO circulou em 1977.

São publicadas 12 revistas no ano com valor de R$ 29,00.

Neste ano de 2013 a revista apresenta um novo projeto gráfico, com o conceito de “menos é mais” no novo projeto gráfico:

– uma cor por edição, em vez do somatório cromático das seções;

 

– mais áreas em branco são os instrumentos para uma experiência de leitura fluida, segmentada e aprofundada de imagens e textos;

2

– a nova família tipográfica é composta pela fonte serifada Calluna, utilizada no corpo do texto de todas as seções da revista, e pela Clan-Thin e InterFace DaMa que, respectivamente nos pesos light e bold, configuram os títulos das matérias.

3

4

Sumário é composto por duas caixas sendo uma destacada com a cor da edição contendo informações e ficha técnica da revista e a outra indicando as matérias e páginas.

A revista conta também com uma parte chamada “Seções” que esta segregada ao longo da revista, podendo conter notícias de arquitetura, produtos e charges.

5

As campanhas publicitárias não estão concentradas, pelo contrário, estão entre as reportagens até mesmo entre uma reportagem. Da capa ao sumário possuem pelo menos 3 folhas de publicidade.

Na capa: foto ilustrando a principal matéria abordada na edição + número da edição + matérias. Em formato A4.

6

Matéria: A INVENÇÃO DO PROGRAMA- Edição 401

A matéria escolhida compara três tipos diferentes de edifícios residenciais: o primeiro um conjunto habitacional no Jardim Elite em São Paulo, o segundo o edifício “360” de alto padrão de Isay Weinfeld e SPBR e outro edifício “Casa Pico” na cidade suíça de Lugano.

7

  • O conjunto habitacional feito pelos escritórios MMBB e H+F , teve inicio da obra em 2008 e conclusão em 2013 .

8

Um incêndio que ocorreu na região da favela em 2007 foi o estopim para prefeitura remover mais de 700 famílias.

A SEHAB, CDHU e a Caixa econômica federal fizeram um mapa de distribuição dessas famílias. Sendo que no local da favela um edifício com 252 unidades e três equipamentos públicos (creche, unidade de saúde e um restaurante-escola) seria construído.

9

A organização do programa se da em dois lotes assimétricos com frente maior voltada para Av. Jornalista Roberto Marinho

A população teve participação absolutamente relevante nas decisões de projeto, por exemplo, o restaurante-escola foi uma demanda popular , assim como o fato dos moradores serem contra a criação de quitinetes ou apartamentos de um dormitório. Definindo, portanto, o quadro qualitativo do complexo: dois dormitórios, sala, cozinha, área de serviço, com aproximadamente 50m2.

10

Os escritórios por sua vez, também tinham condicionantes, uma dela a não construção de muros no projeto e sim o convívio entre as áreas do condomínio, com o térreo (serviços).

As duas laminas possuem 17 pavimentos com 4 andares a ele intercalados, voltadas para famílias com menor renda. Os acessos ocorrem pela rua interna e os apartamentos se assemelham na organização interna, no tipo construtivo e nos materiais. A insolação é conveniente a aos dormitórios.

11

A dinâmica residencial é identificada ora pelo grafismo da fachada, dada pelo brise, ora pelos volumes sobressalentes das laminas.

  • Por outro lado, o edifício residencial em Lugano, Suíça, do escritório SPBR.

12

Opacidade e transparência alternam-se nas faces do Casa Pico, definidos por painéis de madeira e vidro, fazendo com que a volumetria seja desprovida de elementos sólidos.

O terreno de formato irregular (polígono de 7 lados) e cerca de 1000 m2. O edifício possui 6 pavimentos, sendo que três andares comportam dois apartamentos e os  outros três pavimentos mais altos abrigam um apartamento por andar.

13

No térreo esta localizado um escritório locado em um cota ligeiramente abaixo da cota do térreo em meio a um jardim.

Os pavimentos subterrâneos são ocupados pela garagem ventilada e iluminada naturalmente.

A estrutura o edifício é composta por basicamente duas paredes de concreto em formato de “T” e pilares cilíndricos complementares. Assim, as lajes dispensam o uso de vigas.

14

  • O EDIFÍCIO 360º localizado em São Paulo, concluído em 2013, projeto de Isay Weinfeld, que propôs desenhar casas suspensas com quintal ao em vez de apartamentos convencionais. Aboliu a hierarquia entre as fachadas e criou novos horizontes visuais.

Por ter a localização em uma das regiões com maior topografia da cidade, o empreendimento foi apresentado como candidato a marco urbano. Conquisto o primeiro lugar na competição da revista inglesa Architectural Review que escolhe os melhores trabalhos em fase de projeto ou implantação, no ano de 2009.

Em 19 pavimentos distribuem-se 62 apartamentos com três dimensões diferentes, em seis arranjos diferentes eu compôs um volume diferente.

16

17

 O acesso é feito por uma passarela elevada que chega ao lobby, rodeado por espelhos d’agua, nos pavimentos abaixo estão às áreas de lazer e serviço.

17

Ao estudar os três tipos de edifício residencial, podemos perceber que nos conjuntos habitacionais, cada vez mais, a população e o atendimento as suas necessidades estão presentes.

Uma condição que esta crescendo a cada dia é a utilização de quadras abertas, com ruas que interligam duas faces da quadra e também os edifícios de uso misto, como no caso do Jardim Elite, que possuem área residencial, comercial e institucional; e do Casa Pico que possuem residencial e comercial.

Em São Paulo, por sua vez, nos prédios contemporâneos como o EDIFICIO 360º, apesar de ter uma preocupação e uma nova proposta de habitação verticalizada, no caso, “casas suspensas com quintais” os muros e as áreas sociais que na verdade são “privadas”, continuam a afastar o edifício e moradores da cidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s