A ERA DAS NOVAS REALIDADES

Como a criação de novas tecnologias de realidades podem mudar nossa concepção sobre o espaço?

A arquitetura tem como base sua aplicação ao meio físico, porem o desenvolvimento de tecnologias de realidades virtuais e aumentadas estão possibilitando a exploração de novos horizontes, ampliando novas aplicações em um meio híbrido entre o material e o imaterial, aguçando ainda mais a criatividade humana e dando possíveis soluções para questões em aberto.

Bienal Ibirapuera: ERA DOS GAMES

 Fonte: Marcelo Brandt
Fonte: Estadão

A exposição, com a curadoria de um britânico chamado Patrick Moran, traz mais de 60 anos de games e toda suas histórias de evolução. O percurso é baseado em ‘fases’ de jogos e contem mais de 150 games, variando entre os nostálgicos (Pong) e os mais contemporâneos (Virtusphere: Realidade virtual).

“As pessoas tratam os videogames dessa forma. Tão seriamente como cinema e música. Nós precisávamos de uma exposição que explorasse a sua história e fizesse uma afirmação: videogames são importantes e uma parte valiosa da cultura” – Patrick Moran

RedBull Station: DOODLE ART – VIRTUAL REALITY 

Dentro de uma caixa vazia há um mundo de possibilidades; Assim como o papel em branco.

A exposição Doodle Art que aconteceu nos dias 27 e 28 de Outubro, se desenvolveu sobre artes gráficas, mais precisamente Doodles, que em inglês significa rabiscos. Na experiência, o público vivência, por meio da interface dos óculos de realidade virtual, uma cidade virtual onde ali encontra-se livros de Doodles ganhadores de uma competição global de rabiscos. As artes originalmente 2D, desenhadas em um caderno em branco, ganham espessuras e profundidades, e você encontra-se diante desta arte que ‘criou vida’.


Fonte: RedBull Station

REALIDADES AUMENTADAS

Fonte: Youtube

THE VOID: Hyper-Reality

Dois mundos: Material x Imaterial; interligados.

Fonte: The VOID

O The Void consiste em um projeto de experiências mistas. Parte de uma arquitetura de um galpão ou similar, ser adaptado para receber diversas experiências, misturando realidade virtual e aumentada.

“Go ahead. Reach out. Touch a real wall. Grab a real railing. Then feel a breeze across your face as the experience begins. Suddenly: who are these creatures? What is that sound? Take your Proton Blaster and save the world. You’re inside THE VOID, with your entire mind and body immersed in virtual worlds where reality and imagination mix in breathtaking, hyper-realistic experiences.” – Site The Void

AXIOMA PROJECT

Fonte: Youtube

A diferença entre realidade aumenta e virtual encontra-se onde, na realidade virtual a materialização externa não influência em sua visualização, porem pode-se criar e provocar sensações através do meio externo para que a experiência virtual seja diversificada e amplificada. Aqui entra a arquitetura em seu sentido intangível, de percepção. Já na realidade aumentada, como ja diz o nome, ela necessariamente depende do meio físico externo para se propagar, afirmando sua concepção de adicionar algo àquela realidade. Aqui entra a arquitetura em seu estado físico.

A boa arquitetura sempre teve um papel de, através de seu estado físico, estimular sensações; memórias, sentimentos, reflexões, etc… E a tecnologia de realidades também, porem, se dá através de um estado não-físico; um estado de virtualização.

Como fazer com que esses dois mundos totalmente opostos tirem o máximo proveito de seus atributos, ja que possuem vontades similares de incitar a criatividade e provocar sensações?

Como utilizar essas tecnologias a favor da arquitetura? De modo em essa junção não se torne saturada e muito menos anule a essência da materialidade presente na arquitetura. Não só na arquitetura; Necessitamos do tangível em todas as suas aplicações, principalmente executando um papel de abrigo/proteção e de contato humano.

Independente das respostas, a união dos dois elementos trarão uma nova era no que diz respeito de como vemos a nossa realidade hoje; Já que há a possibilidade de podermos criar novos espaços, sem sequer modificar seu estado físico.

AMANDA ANDRADE

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s